Vendas por chat
Vendas por WhatsApp
slideslideslideslideslideslide

4 personalidades que mudaram os rumos da educação no Brasil

Conheça quatro personalidades brasileiras que transformaram a educação para além da sala de aula.

No dia 6 de agosto, é comemorado o Dia Nacional dos Profissionais da Educação, data festiva que visa, sobretudo, a reforçar a grande importância desses profissionais não só para o compartilhamento e acesso ao conhecimento, mas também para o desenvolvimento social do Brasil.

A lei nº 13.054/14 é um resgate histórico necessário para reconhecer o valor de todos que formam a comunidade escolar, principalmente aqueles que ficavam à margem, sofrendo preconceito, apesar do seu importante papel dentro da escola. A data de comemoração escolhida se refere à sanção da Lei 12.014/2009, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), reconhecendo os funcionários de escola como profissionais de educação. A mudança da Lei Nacional da Educação insere os funcionários de escola habilitados na categoria de profissionais da educação escolar básica, juntamente com os professores e pedagogos.

A educação, sem dúvida, é a principal ferramenta de mudança social e um dos motores para o pleno desenvolvimento de qualquer democracia. A valorização dos profissionais da área, portanto, deve ser compreendida como um exercício diário pelo esforço de trazer conhecimento a todos os cantos do país, sendo dever de todos os cidadãos!

Para celebrar essa data, trazemos algumas personalidades de diferentes áreas do conhecimento que ajudaram a moldar a Educação como é hoje.

Nísia Floresta (1810-1885)

Filósofa e escritora potiguar, defensora da educação e dos Direitos Humanos. Fundou uma escola exclusivamente para moças de caráter reformista no Rio de Janeiro, então capital do Império, o que gerou severas críticas da sociedade da época. Amiga de intelectuais e revolucionários como August Comte, Giuseppe Garibaldi e Alphonse de Lamartine, publicou obras advogando pelos direitos das mulheres, indígenas e negros escravizados.

 

Rui Barbosa (1849-1923)

Rui Barbosa (Rui Barbosa de Oliveira) foi um advogado, jornalista, jurista, político, diplomata, ensaísta, tradutor e orador. Representou o Brasil na Conferência de Haia, foi reconhecido como “O Águia de Haia”. Foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras e seu presidente entre 1908 e 1919. Responsável pelo projeto de modernização da educação brasileira, defendia o acesso gratuito e universal da educação básica ao ensino superior, também sugeriu a criação de um Ministério da Educação na recém-criada República do Brasil.

 

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)

Maestro e compositor, fundador e primeiro presidente da Academia Brasileira de Música. Em 1932 assumiu a Superintendência de Educação Musical e Artística e foi o grande responsável pela inclusão do ensino de música e preservação das tradições folclóricas como a ciranda e as quadrilhas nas escolas.

 

Darcy Ribeiro (1922-1997)

Sociólogo, antropólogo e escritor, membro da Academia Brasileira de Letras. Dentre seus grandes feitos, estão a criação do Museu do Índio, a fundação da Universidade de Brasília (UnB), a criação de um amplo projeto de educação em tempo integral no Rio de Janeiro (os Cieps) junto ao governador Leonel Brizola, a fundação do Parque Nacional do Xingu e a participação na criação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira – LDB (Lei 9394/96).

 

Tecnologia do Google TradutorTradutor